28.10.07

PÃO COM SABOR A MÃE




.....Pela boca fumegante daquele forno milhares de loiros pães……

Bem! Isto hoje não é para escrever….!

Deixo-vos o cheiro do pão mole acabado de retirar do forno pela minha MÃE!

A todos um bom fim-de-semana!

Até breve
SE DEUS QUISER

29 comentários:

Baby disse...

Lindo pão doirado, com sabor a MÂE!
Felizes os que ainda têm a dita de o comer...
Imagem sugestiva, que traz à tona tanta lembrança doce.

Eu também amo o Outono, as cores, o cheiro, a paz que nos transmite, depois do bulício do Verão.

Bfds.bjs.

amigona avó e a neta princesa disse...

Ai que saudades! Há alguns anos atrás eu também o tinha feito pela minha!
Deixei-te um miminho no meu canto...beijo...

Gata Verde disse...

Tenho pena que a Minha Mãe não tenha um forninho a lenha...é tão bom!!!

Aproveita cada migalhinha...

gata disse...

Isso não se faz!
Que grande maldade!!

Não te deixo beijo, Sr Cusco....

Um Momento disse...

Saudades do pão a lenha... ainda mais feito pela Mãe:o)))))

Bom fim de semana para ti também:o))

Beijo grande
(*)

António disse...

São 13:01
Vou aproveitar e comer um desses pães ao almoço.

Um abraço

Rafeiro Perfumado disse...

Pão com sabor a mãe soa-me um bocado a canibalismo...

Vladimir disse...

Qual é a sua opinião sobre a desconfiança?

Laura disse...

Olá, que recordações da casinha da minha avózinha e do pão que ela fazia, mas era do género broa, aquelas broas enormes que davam para a familia enorme que ela tinha e para quem pedisse...
Tenho café no meu post, dás-me uma nica de pão do teu e bebes um café no meu e estamos pagos e entretanto vamos conversando. Que bem que sabe... Beijinho a ti amigo querido.

Laura disse...

ehhh tive de me rir com este maluco do rafeiro, será que ele diz uma frase sensata sem nos fazer rir ou chorar? beijinhos...

Sophiamar disse...

Pão com sabor a MÃE...post feito com muito AMOR, CARINHO e ...AMIZADE.

É a tua mãe, podia ser a minha, uma das tias ou as avós. Quantas vezes andei numa roda viva para "roubar" um pãozinho quente que não mo deixavam tirar por fazer doer a barriga.
Agora uma provocação, quando me convidas para ir à Fonte da Murta?
Ai, mano, quanto gosto de ti! De vós!
A essa AMIGA dá-lhe um beijinho de uma outra amiga, eu, do Alportel.Sou de uma família numerosa de branco vestida.
Beijinhos, querido mano!

Bichodeconta disse...

De saudade se fazem os nossos dias também.. Linda a foto, bem , o cheiro a pão acabado de sair do forno, é divino.A mim soa-me a pão com sabor de avó..foi pela mão da minha querida avó Joaquina que entrei no mundo das amassaduras .. Mas é muita maldade, então isto faz-se amigo? Água na boca.. Um abraço, Deus conserve a sua mãe e todas as coisas boas da vida...um abraço, ell

foryou disse...

Aaaaiiiiii que inveja!!!!!!!!!!!

poca disse...

humm tão booommm!!

tás como a minha mãe ou quê?! cheira que já não jantas?
nã nãooo!!
quero uummmm!! ;P

Eva Luna disse...

Que inveja... a minha avó tb fazia pãozinho bom!!!!

Betty Branco Martins disse...

Querido Cusco


Que belo pão________são abençoadas as mãos da tua mãe

Beijinhos com carinho para ela também:))
boaSemana

augustoM disse...

A comida da mãe tem sempre um sabor diferente, tens mais um condimento especial, o amor.
Um abraço. Augusto

mjf disse...

Olá!
A minha avó também cozia pãozinho...mas a minha mãe... não
Bom apetite

Anónimo disse...

Amigo cusco, esse pão caseiro trasme
saudade da minha infancia e parte da adolescencia. A minha avó fazia um pão tão bom... recordo-me do Prego «st. Estêvão de Tavira.
Que saudades.....

Um abraço: Carlos Bernardo.


http://ocicloturista.blogspot.com

Baby disse...

Cusco, dou-te um abraço e segredo-te ao ouvido: obrigada!
A tua opinião é valiosa para mim, pela tua sensibilidade, pelo dom da escrita, que possuis.

Laura disse...

Pão, pão de amor
Pão de Deus
Que deixou que as suas mãos
Pudessem amassar e levedar
O pão que te queria dar...

Beijinhos a ti e à tua querida mãe...
laura...

Sophiamar disse...

Passei para te deixar um beijo, um abraço apertado e não penses em desistir. Fazes parte da minha família e a tua partida deixa um vazio, um buraco no meu coração, um pedaço que parte.

Gata Verde disse...

Passei por cá para te desejar um bom "dia das bruxas".

Beijos

(aproveita os low-cost e dá uma escapadinha de fds lá...)

Dulce disse...

É uma da manhã e digo-te ... ía um pãozinho, ía!!!
Beijocas

Pascoalita disse...

Hummm que cheirinho gostoso :)*

Vou correr buscar a manteiga

Lusófona disse...

Lembrei-me de minha falecida avó... ela também fazia pães.

Adoro o cheiro do pão acabado de sair do forno... quentinho... hummm

Beijinhos e feliz fim de semana

Vieira Calado disse...

Tive a felicidade de, em miúdo,
ter avós que também o fazia à antiga algarvia.
E os bolos de torresmos!
Que maravilha.
Um abraço.

Anónimo disse...

Quem me dera ter lá estado para voltar a saborear tão bom pão!
Pena não nos teres mostrado "os olhinhos de passarinho", aposto que a tua mãe os voltou a fazer. As avós gostam de mostrar o que se fazia antigamente.

Beijos de nós todos p/todos vós, em especial para a padeira!
IT

Anónimo disse...

ai k saudades de um bom pao caseiro acabado de sair de um fornmo a lenha...eu sou de s.romao e tenho imensas saudades do tempo de menina passado no campo. gostaria de ler o livro...