21.3.07

Sopa de Cebola

TEXTO RETIRADO!

36 comentários:

david santos disse...

Olá!
Primeiro agradecer-te a preocupação que tens demonstrado na ajuda que sempre me tens prestado.
Segundo, vamos ao este texto, que se não fosse tão profundo, mais parecia um poema do David Santos, publicado no Senegal, "maldita sopa". Está publicado em francês, mas as palavras correspondem, em parte, claro, à tua "cebolada".
Parabéns, amigo.
Abraços.

Enfim... disse...

e eu que gosto tanto de sopa de cebola eheheh.Bjokassssss

Pascoalita disse...

Sempre a msm forma original e mto cativante de transmitir factos por mais triviais que sejam.

Ora aí está um tema na tv a que o Cusco devia prestar atenção: "as propriedades curativas da cebola"
- come cebola, cusco! come cebola!

Uma sugestão:
Que tal sugerires que não será constipação, mas sim alergia à dita cebola??? O pior que pode acontecer é não só teres de cheirá-la e comê-la, mas ainda descascá-la e cozinhá-la eheheheh

O gato ... esse bichano deve ser vegetariano ... os meus não tocam em legumes nem em fruta e até escolhem a carne ou peixe qdo escondidos entre o arroz eheheh
Eu gosto de cebola cozida, assada, crua, etc.
Bonita prosa em forma de queixume ou desafabo eheheh gostei :)

MARIA VALADAS disse...

Mais uma narrativa com um poder imaginativo de pasmar!
Está escrito de uma maneira...que
pareceu-me ouvir o som da televisão, o cheiro da cebola...o gato debaixo da laranjeira...

Apenas, pergunto meu amigo... e o livro.. quando é que teremos esse prazer??

Abraço amigo da

Maria

bomdiaisabel disse...

Meu querido mano!

Fantástico! Soberbo, mesmo! Li e fiquei orgulhosa. Do conterrâneo, do post tão bem escrito. Senti-me na cozinha do campo.A fazer sopa de cebola, a televisão ao lado, o gato a miar esperando a comida, as laranjas, o sol ouro/fogo a esconder-se no cerro, preparando-se para mais um sono descansado. Faltou o ninho de melros na laranjeira pequena, os três bicos abertos onde a mãe deposita a papinha amolecida e o pai a debicar na relva. De resto, estava tudo.Tudo mesmo! Os ingredientes da sopa, o cheiro, o som irritante da panela de pressão, o gato a jantar...
Gostava tanto que este post tivesse o nome do seu autor!Quero livro, amigo, mano, conterrâneo, parente...
Vejo por aqui todos aqueles autores de que tanto gostas. Bebeste bem de todos eles. Sabes, apetece-me dizer-te muito, muito mais porque tenho orgulho em ser da tua terra, em que sejas da minha.
Quero estar no lançamento do primeiro livro. Aposto que já está feito e que só falta mesmo levá-lo à editora.
Beijinhos sambrasense.

jomaolme disse...

Mais uma bela história...
E eu também detesto cebola...

Beijokas

António Melenas disse...

Pois eu sou como o teu gato, adorto cebola:
Então"escuta" lá esta estória:
Um dia, andava a morte à procura de alguém para levar para o outro mundo, quando passando por uma horta viu um camponês a cavar sob um sol inclemente. A certa altura o camponês.a suar em bica, debruçou~se sobre um ribeiro que passava mesmo ao pé e bebeu, bebeu até se fartar a água frígida que brotava de uma nascente na rocha. E a morte a esfregar as mãos: "este já está".
Porém mal acabou de beber, o camponês abaixou-se, arrancou uma cebola da terra, lavou-a no ribeiro e começou a comê-la com visível prazer. Disse a morte quando tal viu - "Ah sacana, que já me lixaste" e seguiu caminho à procura de outro a quem pudesse levar
__
PS: OBrigado pela tua quadra. Está bem boa
Um abraço

as velas ardem ate ao fim disse...

Um parzer ler te e reler te.
bjos

Vladimir disse...

muito bem, a cebola faz muito bem às constipações, tem propriedades curativas....adorei.

delta disse...

Pois...

contra as cebolas não há argumentos...


:-)

Ana disse...

Foi um prazer visitar este espaço que considero maravilhoso.Parabéns
Um abraço da
Ana

poca disse...

também não gosto de cebola...
nem de televisão...
já de gatos siimmmmmm!!
beijinhos de miau

Conceição Bernardino disse...

Olá,
Espero que me desculpe forma como faço os meus comentários, mas é pura e verdadeira...
Para mim não chega, dizer está bonito ou lindo – por isso gosto de deixar pensamentos frases de outros autores como presente da minha gratidão e do meu encanto do que leio, do que observo nas imagens e na escrita.
É a minha maneira de ser...
A critica faço-as, da forma como somos tratados pelo Estado que ignora os problemas da nossa sociedade e como pouco ligam aos grandes talentos que encontro nos blogs.
Peço desculpa e se alguém não gostar da forma como faço os meus comentários agradecia que me dissessem pois tentarei melhorar.
Sou apenas uma amadora de escrita que escreve pela beleza de sentir na escrita as palavras que me vão na alma e penso que é essa a beleza que encontro naquilo que leio cada um escreve com a sua beleza.
Não quero com isto desrespeitar ninguém até porque as palavras lindas, bonito têm um grande significado no meu vocabulário.
Boa semana
Desculpem-me a repetição do post, mas julgo que nem todos entenderam...

Esta é a frase que vos deixo: se pudesses estar perto de mim talvez encontrasses a resposta porque te olho, porque choro sem te conhecer. Se um dia te encontrar entregarei o meu sorriso, é nele que escondo tudo aquilo que sinto só para te ver feliz.

Beijinhos
Conceição Bernardino
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

Lusófona disse...

Oi!! Adoro sopas, adoro cebolas, adoro gatos, e adoro ler os teus textos.

Beijinhos :)

Anaïs disse...

Cuscando por aqui, quero dizer-lhe que gostei muito da sopa de cebola... vou voltar a ver se restou alguma.

Um doce beijo.

Nanny disse...

Gosto de sopa de cebola... mas eu não conto, que sou gata, hihihi

Beijinho da gata para o cachorrinho cusco
(p.s. - televisão e ministros, não obrigada!)

Papoila disse...

Olá:
Vim cuscar as Viagens na Aldeia depois da visita ao campo. Esta sopa de cebola com cenouras e sol e laranjas aos bocadinhos até me fez crescer água na boca (e não gosto muito de cebola).
Gostei muito e virei cuscar mais vezes...
Beijo

Movimento em Defesa do Rio Tinto disse...

Pelo nosso rio, vamos caminhar no Domingo.

dacasadamathilde disse...

Cusco

Terá sido Aparição? Encontrei-te no meu blog e vim espreitar. Li Até ao Fim e penso que fico leitora Para Sempre. Numa Manhã Submersa em denso nevoeiro não encontrei a Estrela Polar.
Vou embora mas fico com Conta Corrente no teu canto.
Beijinhos.Não consigo postar. Ficarei pelo segundo post? Obstinada e teimosa talvez vença.
Gostei da tua sopa. Tantas cores! Mas tu és um arco-íris neste mundo.
Beijinhos

amigona disse...

Gosto muito de cebola! Não sei se os meus gatos gostam ou não!
Gosto muito dos teus textos. Sinto que se tu e a Bom dia Isabel escrevessem um livro seria uma grande felicidade! Beijo...

legivel disse...

... cebolas e televisão para o gato!
Esse animal deve chorar que se farta por "bons motivos": pela cebola e pelas notícias...


abraço.

GTL disse...

Oi eu e a MDB propomos um desafio :o)
Bjs TG

Rafeiro Perfumado disse...

Ó Cusco, que a malta tem uma certa animosidade com os gatos, ainda vá. Agora ao ponto de dar sopa de cebola ao bichano, isso já me parece crueldade!

Anónimo disse...

Olá, bom dia!
Não sei se é verdade ou não que o Cusco e a Isabel são irmãos, mas não me custa nada a crer; estilos diferentes, mas alguma similaridade
na profundidade dos sentires...
Apesar do tom cáustico, fez-me lembrar "Cesário Verde" pela beleza descritiva das coisas do quotidiano.
Muito bom! Gostei muito!!!

Um abraço
Maria Mamede

Um abraço e até breve!

Anónimo disse...

Olá, boa tarde!
Agradeço a sua delicadeza, elucidando-me sobre esse parentesco,que muitas vezes é mais forte que o do sangue; agradeço também as suas palavras.
Farei outras visitas, pode estar certo!

Um abraço da
Maria Mamede

Cris disse...

A minha avó fazia XAROPE de cebola para a tosse, atá nem era mau de todo, tinha açucar mascavado... e sopa de cebola é boa?!?!

Beijinho e bom Fim de semana

Cris

Alexandre disse...

Sopa de cebola? Bem bom, aliás toda a sopa tem que levar pelo menos meia cebola média ou uma pequena, acompanhando os telejornais e os latidos dos cães e os miados dos gatos... aliás, muito em breve a sopa será o (único) principal prato da maioria das famílias portuguesas enquanto os ministros eafins nas televisõese se refastelarão com altas comezainas, enquanto palitam os dentes com a Ota e olham de soslaio para um TGV que vai dar milhões a alguns...

Um abraço. Bom fim-de-semana! EStá uma espécie de desafio no meu blog para saber o porquê do nome que todos nós pomos aos nossos blogues.

parasempre... disse...

Os meus parabéns!

Lumife disse...

BOM FIM DE SEMANA COM LA TRAVIATA...

Lumife


Espectacular...

http://www.dailymotion.com/swf/2NuaeFcjOY4up4W5F


Também o/a convidamos a estar presente no 2º ENCONTRO DE BLOGS EM ALVITO.

Veja as notícias nos blogs da Organização:

BEJA http://bxalentejo.blogspot.com

GASTR'EAT http://gastreat.blogspot.com

ALVITRANDO http://alvitrando.blogs.sapo.pt

MAR ADENTRO http://maradentro.blogs.sapo.pt

adrianna disse...

Fui lendo o texto enqto espreitava por cima do braço pela janela. O cenário era semelhante ...
- O sol punha exactamente por trás das laranjeiras,
- Os gatos empoleirados no muro ou subingo às árvores tentango agarrar os pardais,
- Um gato vaadio "mia" desafiando as gatas ...
- mas nada de cheiro de sopa de cebola :-(
Que pena ... apetecia-me msm sopa de cebola. Tenho uma travessa cheia de entrecosto grelhado que sobrou do almoço. E se trocássemos?
1 beijo

cacharel disse...

Olá!
Quero te dizer que eu também gostei muito de ti... :)

Gostei daquilo que tu escreves, do jeitinho especial que descreves cada pormenor. Sorri...

Outra coisa: Eu também não gosto de sopa de cebola. ;)

Beijinho perfumado e boa semana*

Anaïs disse...

Bom dia, vim ver meu amigo se havia mais uma sopa para o almoço, talvez uma sopa de pedra...

Um beijo doce.

Isabel disse...

Adorei.
Adoro sopa de cebola.
Amo gatos.
E gosto do chiar da panela de presão que me faz lembrar a minha avó e os dias domingos de cozido à portuguesa lá em casa.
Estes três factos fizeram-me gostar ainda mais... pois apesar disso visualizei tudo.
Maravilhoso o cenário e os toques irónicos.
Quase conseguiste fazer-me a mim tambem detestar sopa de cebola enquanto te lia... como é algo que adoro tem de ser sem dúvida um texto genial.

Parabens.

Isabel

Just_me disse...

Passei por aqui para te desejar uma boa semana... beijinho

ps: adoro sopa de cebola ;-))

António disse...

Olá!
Uma cena doméstica escrita com um estilo original e uma elevada qualidade literária (como de costume, aliás).

Obrigado pelo comentário ao meu texto "Adoramos o papá!".

Abraço

APC disse...

Um texto muito bom!!! :-)))