27.3.07

DESAFIO

TEXTO RETIRADO!

44 comentários:

bomdiaisabel disse...

Olá,Mano!

Afinal, meu maroto, quem foram as amigas de Faro que te desafiaram?
Daqui a pouco já passo para te responder. Se um dia puder, ofereço-te um livro. Levá-lo-ás para a tal praia onde eu costumo andar na apanha das conquilhas? Também lá andas?
Cem Anos de Solidão...tenho cá em casa quem já o leu três vezes e até tirou apontamentos.Afinal estamos tão perto!Até nos gostos.
Memorial do Convento, já o disse duas vezes a José Saramago, é uma das minhas paixões.Há outras.
Beijinhos
Até logo
Se Deus quiser

redonda disse...

Vou tentar descobrir qual é o livro porque gosto de desafios. Para já fui pedir parecer à pessoa que eu conheço que mais livros leu (ela não conseguiu, só com estes dados). Mas vou continuar a procurar... Entretanto, se por acaso conseguir saber por outra forma qual é o livro será que me poderia dizer? (escritaredonda@gmail.com)

redonda disse...

Voltei porque me esqueci de responder à última pergunta. Só poder levar um livro é que não está nada bem...Qual é que eu levaria? Iria mais para o Amor em tempo de cólera do que para os Cem Anos de Solidão. Se calhar optaria por uma colectânea de vários romances como têm sido publicados em inglês (para ter mais para ler)

GTL disse...

boa esquivadela...
mas gostei...
quanto ao livro vou fazer uma busca no google para ver se dá algum resultado :o)

Bjs
TG

bomdiaisabel disse...

Olá, Querido Mano!

Gostei de te conhecer um pouco melhor. Já te vou conhecendo "bem" mas hoje revelaste ainda melhor a face que ias mostrando aos poucos.Há nos teus posts, afirmei-o, talvez com outras palavras,nítidas influências de escritores de que muito gosto. Um deles, Luís Sepúlveda, cujos livros, pequenitos, nos dão grandes lições, é um dos meus preferidos.Gosto de todos os escritores que referiste e de um português de Melo ( Gouveia) que ainda andou no Seminário de S.José , na Guarda, creio, mas que acabou por sair e foi professor do Liceu de Faro.Chama-se, como já adivinhaste, Vergílio Ferreira. Tem dois livros que , para quem o aprecia como eu, são indispensáveis na mesa de cabeceira:Até ao Fim e Para Sempre. Dois retratos de um quotidiano doloroso que me tocaram profundamente não só porque gosto do seu discurso mas também porque conheci casos semelhantes aos que relata em ambos os livros.
Qual deles levaria para uma ilha deserta? Dois.Um teria de ser de poesia. O outro em prosa. Levaria o Aleixo por ser do meu Algarve, que tanto amo. O outro, bem, deixa ver, eu gosto dos sul americanos, mas levaria o Memorial do Convento. A Blimunda e o Sete-sóis seriam dois excelentes companheiros e há coisas na vida que convém não esquecer. A Inquisição foi uma delas e Saramago trata com maestria este tema.
Se descobrir o livro de que falas dir-te-ei. Vou pôr-me em campo.
Beijinhos
até breve
Se Deus quiser

Scarlett disse...

Tenho um desafio parecido a este para responder mas não fala de livros. Vou copiar esta ideia e quando responder ao desafio acrescento esta tua ideia.

Tocaste no ponto fraco: livros.

Garcia Marques como já disse (escrevi) noutro blog: primeiro estranha-se depois entranha-se.
O primeiro de todos foi "Crónica de uma morte anunciada". Também não gostei muito de "Memórias das minhas putas tristes" e demorei eternidades para ler "Viver para Contá-la"

Saramago é outro dos meus escritores de eleição mas não li "Memorial do Covento", está na minha lista de leituras.

Isabel Allende foi um desgosto. Gostei e muito dos primeiros 5 livros mas depois parece que se "perdeu". Li TODOS os livros dela (não são muitos) incluindo a Trilogia que detestei e só terminei porque como gostava muito dela comprei os 3 livros juntos.
O primeiro desgosto foi exactamente com "Filha da Fortuna", quando o leres diz pois gostava de comentar contigo. Tudo isto me levou a fazer questão de NÃO comprar "Zorro" e agora "Inês da Minha Alma" que apesar de me dizerem que é a Isabel de antigamente me deixa de pé atras.

Mas não era isto que tu querias saber pois não?

O livro pelo qual perguntas não sei qual é.

O que levava para uma ilha? Sò um livro? Impossível. Um livro em branco era de certeza.

Se fosse obrigada a escolher seria os Miseráveis (que péssima escolha para um ilha deserta não é?). Eu explico, a minha mãe comprou há muitos anos do Círculo de Leitores os Miseráveis em 5 volumes. Já são 5 livros e além disso é o que está há mais tempo na minha lista de leituras...

poca disse...

ui livros! adoro livros!
nem precisavas dizer que o teu autor preferido é o gabriel garcia marques depois da lista de livros preferidos..

desafio interessante este.. daria que pensar..
um livro que levaria para uma ilha deserta... hummm.. não sigo a igreja mas acho que a Biblia.. tem lá histórias lindíssimas..

o livro que mais me marcou até hoje sem dúvida o meu primeiro: O diário de anne Frank.. foi lá que tudo começou.. a minha escrita.. mas acredito que me tenha marcado mais pelo facto de ter a idade dela quando o li e por ser mulher..

desse livro que procuras.. nunca ouvi falar.. desculpa..

beijinho

(não, não estou de férias... só para a semana! :)

bomdiaisabel disse...

Meu Querido Mano

Junto de mim,tenho " Colar de Pérolas" o último livro de Glória Marreiros, recentemente publicado.Esta escritora nasceu em Monchique, para quem não a conheça, e vive em Portimão.Tem vários livros de poesia mas também escreve crónicas, contos, ensaios...
Quanto ao "desafio" que me propões, que muito me lisonjeia, não o posso aceitar por não me sentir capacitada para o fazer.A inspiração falta. A minha saudosa mãe, se cá estivesse, aceitá-lo-ia de muito bom grado. E muito mais por ser feito por ti,conterrâneo nosso.
E já agora , deixo os parabéns à Glória Marreiros por ter sido a vencedora do ano anterior.
Beijinhos

António Melenas disse...

Olá, Meu Amigo
Dioz-me o que lês e dir-te-ei quem és.
As tuas leituras dão bem a ideia do que gostas, da tua personalidade da visão que tens do mundo e que muito aprecio.
Quanto às tuas preferências, também u poria em primeiro lugar "Cem anos de Solidão", "Memorial do Convento" e Guerra e Paz".
Entre os que pretendes ler, aconselhar-te-ia
Memórias de Adriano, de Marguerit Yourcenar.
O que pretendes reencontrar, não faço ideia de qual seja
Um abraço

Enfim... disse...

calha um bocadinho a todos lol.Bjs

Isabel disse...

Antes de mais MUITO, MUITO, obrigada pela história que partilhaste comigo... linda!
afinal andamos sempre com pressa de quê?

Soube pelo meu amigo António Melenas que és louco por gatos como eu ... são uma das maravilhas do mundo não são?
O único animal que capaz de viver como um animal doméstico e de facto nunca ter dono!

Tenho pena que não tenhas passado o desafio pois eu adoro saber o que as pessoas leem... muito aprendo sobre elas sabendo o que leem.

Para uma ilha deserta que livro levaria é dificil mas creio que fazia batota e levava vários " Cem anos de solidão", A insustentável leveza do ser" do Kundera, "Assim falava Zaratrusta" de Friedrich Nietzsche, "Particulas elementares" de Michel Houellebecq, "O marinheiro de Gibraltar" de Marguerite Duras, "Particulas elementares" de Michel Houellebecq que vivamente aconselho a quem não leu.
E inevitávelmente poesia Pernando Pessoa e Walt Whitman pelo menos.

Até breve

Isabel

Cris disse...

Cusquinho, excelente gosto em livros!!!!

Eu levava "O Livro dos Dias" (Jacques Rivelle) e se pudesse mais uns quantos. Não vivo sem livros.

Guerra e PAz, Tolstoi, 2 volumes enormes com capa de cabedal, pelo menos é essa a versão que tenho em casa.... mas esses livros já eram dos meus pais... :(

Acho que qualquer Bertrand, Bulhosa, ou até Fnac podes arranjar, afinal é um clássico!!!!

Ps: Tb não gostei da Isabel da minha Alma :/

Beijinho
Cris

Baby disse...

Estou contigo e com "CEM ANOS DE SOLIDÃO".Foi talvez o livro que mais me marcou e que eu leio e releio...
Quando voltar do meu fim de semana, talvez eu responda ao desafio...
Um beijo.

Pascoalita disse...

Lembro-me mto bem de "Guerra e Paz" de Tolstoi. Sei k o comprei há quase 30 anos, mas não sei se para mim, ou para o oferecer. Creio não o ter chegado a ler todo, se assim fosse, certamente não o teria esquecido, né?
Não terá problema em o encontrar, suponho.
O meu filhote de 25 anos anda sempre acompanhado por um bom livro. Creio que tem todos os de Saramago, mas lamento dizer ... não consegui ler o único que iniciei dele ... " o memorial do convento"

Tb gosto de Lobo Antunes e creio que é o escritor contemporâneo favorito do meu rapaz, de quem tb tem cá em casa vários livros.
Dos que referes, gosto do carteiro de Pablo Neruda, homem rico, homem pobre.
1 beijo

amigona disse...

Que posso dizer-te? Acreditas se te disser que me sinto muito feliz por te poder ler e a outros que andam por aí? Beijo...

bom dia isabel disse...

Olá, Mano, bom dia!

Daqui, avisto o Cabo de Santa Maria, o mar está calmo, ao meu lado direito, entre outros, tenho o teu livro de eleição. Quanto ao tal, do padre em ambiente de guerra, ainda não descobri. Mas não desistirei. No fim-de-semana, zarpo para a serra e aí estarei, se Deus quiser, no Domingo de Ramos.Uma semana depois , assistirei, como sempre, à Procissão das Tochas Floridas.
Beijinhos

p.s. Apanho conquilhas em Monte Gordo, Lota, Manta Rota e Fábrica.

Suspiro disse...

Caro amigo

Eu, sem dúvida, levaria para uma ilha deserta as obras completas de Fernando Pessoa e essa frase: «Primeiro estranha-se e depois entranha-se...» é dele, não de outro autor, que julgo ter visto sido atribuida.

Um abraço

Lusófona disse...

Parabéns!! Eu sou incapaz de lembrar os nomes dos Livros que já li.... incapaz mesmo.. uma vez fiz uma lista, mas não sei onde a coloquei...

Bjs

adrianna disse...

respondendo ao desafio ...

Livros que me lembro de ter lido há mais de 35 anos:

- o esqueleto
- Miss Esfinge (voltaria a ler)
- O retrato de ricardina
- As pupilas do senhor reitor
- A morgadinha dos canaviais
- Os fidalgos da casa mourica

Um livro que gostaria de encontrar e ler:
- Camilo alcoforado (de Campos Monteiro)
Livros que li há alguns anos:

Autores estrangeiros:

- O velho e o mar
- Crime e castigo
- E tudo o vento levou
- A minha segunda mulher
- As palavras que nunca te direi
- Um momento inesquecível

mais recentemente:
- Código Da Vinci
- Não há coincidências
- Poemas do indico (poesia)
- As Mulheres visíveis (antologia de poemas)

O que estou a ler:
"Livros condensados"
- O dom da vida
- Inverno de lobos
- Um estranho à espreita
- A viagem

O livro que levaria para uma ilha deserta??? Ai, ai, tinha de levar mais do que um eheheheh

Há um livro que por incrível que pareça já li 2 vezes e não lembro o título, mas sei a história todinha eheheh
O livro é de uma amiga, li-o qdo tinha 25 anos e voltei a pedir-lho emprestado há cerca de 15 anos!!!
Esse relia-o "n" vezes sem fixar o nome eheheh

Agora que falei nisso, vou ter de o reler e depois prometo que virei de novo dizer o título e autor

redonda disse...

Achei gira a sugestão :) (pena não ter sido antes desafiada por ti :)
Espero que não te importes que te vá "linkar"
Um beijinho e bom fim-de-semana

Kalinka disse...

Olá
gostei de saber o resultado do desafio. Bom leitor.

Eu continuo a mostrar as fotos que captei quando estive aqueles 3 dias pelo Algarve.
...e, é nos pequenos gestos que, por vezes, encontramos momentos de Felicidade.
Fui surpreendida por um amigo virtual, que deixou no meu blog esta mensagem:
José Alberto Mostardinha said...
Olá Kalinka:Andas arredia mas eu não me esqueço de ti :-)
Para o saberes és "Blog da Semana" no Estados Gerais.
Uma pequenina homenagem á tua persistência.Beijokas.

É isso mesmo, caso queiras visitar este blog, vais encontrar como destaque em: «O blog da semana» o meu espaço!
De 27/Março a 4/Abril de 2007
http://estadosgerais.blogspot.com/

Beijitos.

Cris disse...

Aqui fica um beijinho de bom fim de semana.

Cris

as velas ardem ate ao fim disse...

Para a ilha levaria Cem anos solidão concerteza.

bjinhsoe bfs

Anaïs disse...

Sabes que o livro Os Esteiros, foi um dos que adorei ler na adolescência e que me marcou muito, gostei de o ver aí referênciado. Excelente gosto literário.

Um doce beijo.

Alexandre disse...

Não consigo chegar lá pelas tuas referências, infelizmente!

Quanto ao livro da minha vida, está no meu blog e são os Esteiros! - já vi que queres reler!

Depois, há outros: «A boa Terra» de Pearl S. Buck, «Fado Alexandrino» de Lobo Antunes e outros, muitos outros...

Vou «pegar» num dia destes no teu desafio pois ando a preparar um post sobre os meus livros de cabeceira...

Abraços! Bom fim-de-semana!!!

Enfim... disse...

como n á post novo deixo no mesmo mais um beijinho e bom fim semana ehehehe

Lilis disse...

Temos alguns gostos em comum... :)
beijos e bom fds!

Vladimir disse...

o 7 continua em grande pela blogosfera fora...Como era sábado, o Vladimir inspirou-se e decidiu dar forma ao pensamento.

Lia disse...

Além de escrever, adoro ler.
Cheguei a ler todos os livros das bibliotecas infantil e juvenil, mas agora sou um pouquinho mais selectiva.
Mas ainda assim nunca conseguiria escolher apenas um livro. Era capaz de levar uma mala deles e nada mais :)

Beijinhos e bom fim de semana

poca disse...

acho que devias esperar.. e dar-lhe quando ela fizer os treze!
pelo menos comigo resultou! ;P

beijinho e bom domingo!

ps: mas não lhe dês só o livro... certamente que sendo menina já deve gostar de receber uma roupita nova :)

dacasadamathilde disse...

Desejo um Bom domingo de Ramos. A Primavera está aí.
Beijinhos

leituras disse...

Optimas sugestões de leitura, neste elenco de títulos.

Boa semana

Lusófona disse...

Beijinhos e uma Feliz semana!

dacasadamathilde disse...

Partilhamos gostos muito semelhantes no que concerne a leituras e creio que o mesmo acontece em relação a muito mais.Ir-te-ei fazendo algumas visitas, esporádicas, à medida que os posts forem saindo.O tempo de que disponho é escasso e há que ler. Quanto à tua Cusquinha, que deve andar pelo 6º/7ºanos, o Diário de Anne Frank não deixa de ser uma boa oferta mas tens de ir enquadrando a leitura com o tempo histórico a que o diário se refere e creio que, nas aulas,ela apenas teve ligeiras referências à segunda Grande Guerra. É tema de 9ºano mas em qualquer altura pode ser tratado com acompanhamento.
Beijinhos

António disse...

Olá!
Não comento este post porque não gosto destes "desafios".
Mas, obviamente, admito perfeitamente que outras pessoas aceitem responder.
Por isso, vou limitar-me a agradecer o comentário à minha história "Um encontro inoportuno".

Abraço

dulce disse...

Gostei de conhecer os teus gostos literários. Li bastantes dos que referiste. Ultimamente ando a ler menos. Algumas mudanças no ritmo de vida a isso conduziram. Muito do tempo livre é para escrever, ou para amadurecer as ideias do que vou escrever a seguir.
Quanto às preferência´é difícil dizer-te qual levaria para a tal ilha. Provavelmente um saco deles.
Quando era adolescente e ía de férias para o Algarve a minha mãe zangava-se sempre comigo porque o saco maior era o q levava os livros. Era impossível para mim conceber não ter ou faltarem-me livros para ler. Ainda hoje, se vou para fora, não pode faltar o livro ou mais que um, conforme o tempo de estadia.
Gostei de Cem Anos de Solidão mas acho q prefiro Amor em Tempo de Cólera. Memorial do Convento é um excelente livro (foi o primeiro q li de Saramago) mas "O Ano da morte de Ricardo Reis" é o meu preferido. Tenho agora as "Pequenas Memórias" para ler. "A sala das Perguntas" de Fernando Campos é uma obra a não perder. "A sombra do vento" de Carlos Ruiz Zafón, tb a não perder. De Isabel Allende, li quase tudo, à excepção dos últimos - Zorro e este Inês da minha alma. Adorei "Paula" e "Plano Infinito". De Irwing Wallace, o velhinho "O Prémio". Enfim .. tantos ... tantos!
Boas leituras. Vou passando para te ler. Saudades a S. Brás!

david santos disse...

Que o teu dia seja igual para toda a humanidade: feliz.

Vieira Calado disse...

É a primeira vez que cá venho. Vou voltar.

Alex disse...

Sim ...

Cem Anos de Solidão!




Obrigada pelas tuas palavras, tens uma "mana" especial, cuida dela.
Um beijinho para ti

adrianna disse...

Passei só pra deixar um Hello :)

O meu livro continua marcado na msm página e sobre a cadeira onde o coloquei na Sexta Feira p.p. eheheh

Rafeiro Perfumado disse...

Eu também levaria um livro desses para uma ilha deserta. Tem muitas folhas, sempre dava para umas semanas, caso a fome apertasse...

Costureirinha disse...

«Journal d'un curé de campagne», de Georges Bernanos... ou «Diário de um Pároco de Aldeia»... diz-lhe alguma coisa???
Presumo que sim... digamos que são as minhas amêndoas de Páscoa, atrasadas
;-)

(estou a repetir o comentário que, por engano, deixei no post sobre a casa na Fonte da Murta; confesso que não li todos os comentários, para ver se alguém já lhe tinha dado a resposta; se já a deram, as minhas desculpas pela reincidência rsss)

redonda disse...

Já alguém descobriu o livro?

Lalage disse...

Cheguei aqui por acaso mas não me quero ir embora sem deixar umas palavrinhas.
Primeiro, já li os livros das suas listas e dou-lhe os parabéns pela selecção. Muito bom o destaque que dá aos Cem anos de solidão.
Mas repare que o 2.º livro na realidade chama-se Amor nos tempos da cólera. É um pormenor importante para quem leu o livro ;)
Por favor confirme por exemplo em http://pt.wikipedia.org/wiki/El_amor_en_los_tiempos_del_c%C3%B3lera
Boas leituras.