17.11.07

PARABÉNS FILHA

TEXTO RETIRADO

60 comentários:

Sara MM disse...

é a primeira vez que cá venho... cheguei tarde, ao que parece...

... mas é pena! são lindos os textos!!

Pascoalita disse...

Nunca leio um seu texto apenas uma vez!
Tem uma forma muito original de misturar o real com o mundo imaginário, narrando ou simplesmente divagando, mas deixando sempre ao leitor "2 pontinhas de fio solto" que nos permitirão desenrolar e escolher o lado a seguir ... realidade ou fantasia :)

Pascoalita disse...

Fico sempre são tocada com os seus textos que acabei por deixar a meio o que queria dizer eheheh

Voltei para deixar os meus PARABÉNS pelo aniversário da filhota :)*

Sophiamar disse...

17/11/07 pareceu-me ter sido esta a data do início deste post. Um lindo texto de amor. Como tu o escreves!Treze anos de vida! De uma vida cheia de amor. E só o dá quem o recebeu. Parabéns, pai Cusco!
Parabéns pais do Cusco. Tendes um filho, um amigo irmão fantástico.

Parabéns, menina linda! Só o podes ser tendo um pai assim.
Voltarei a comentar-te, mano. Não me sais do pensamento.
Eu preciso da tua, da vossa Amizade.

Beijinhosssssssssss

Carracinha linda! disse...

Olá Cusco,

Venho eu aqui depois de alguns dias ausente por estes lados e ressalta-me logo á vista que este é o penúltimo texto neste blog???

Mas isso é mesmo a sério? Espero bem que não. Afinal, estes textos são geniais. Consegues-nos deixar a "ver" os personagens, os cenários e as situações. As histórias deixam-nos "atordoados" por que mostram tanto de realidade como de ficção. Toda a gente tece excelentes críticas a este espaço. Por isso, peço que reconsideres essa decisão e que continues aqui a dar-nos bons momentos de leitura!


Se é o aniversário da tua filhota, então muitos parabéns para ela!

Beijinhos

Um Momento disse...

HUm...
Penúltimo????
:((((((((((

Bem... não me mates do coração...pois o texto que li é belo...mas... se a data é 17/11... Só vou dar os Parabéns á menina nesse dia :)))

Parabéns deixo por texto tão lindo, tão sentido...que me deixou a pensar...o quanto é bom amar...sentir...

Olha... Repensa também pf...nessa "coisa" de penúltimos...pois gosto imenso de te ler

Beijo Imenso ao Pai e á sua Princesa:))

(*)

amigona avó e a neta princesa disse...

Meu querido amigo não sei por onde começar...se te ralho pela recordação de que será o penúltimo, se comento o texto?! Raio, gostas de nos fazer sofrer?
Amigo Cusco saio triste e darei os parabéns a 17... Deixei-te uma flor no meu cantinho...beijo, amigo...

Laura disse...

Olha pa ti, pões-te a escrever coisas lindas e depois pensas que nos deixas com água na boca e piras-te! era o que querias..ná senhora, na deixas de escrever que a gente na tem que ler ehhh vamos a mandar coisas lindas, hoje, amanhã e sempre...
Beijinhos de té manhã...

Maria disse...

Parabéns à tua filha e a ti, Cusco.
Tenho pena que este seja o penúltimo post...
... e não consigo dizer-te mais nada.

Beijo

augustoM disse...

Como tenho saudades dessa espera, hoje tem 34 anos, já não espero fisicamente por ela, só com o coração. Parece que nos vais abandonar, é verdade?
Um abraço. Augusto

poca disse...

bem me parecia que aquele ERA, era um prenúncio de qualquer coisa deste género.

não sei porquê, mas fico com a sensação de que algo aconteceu com a tua filha.. espero estar enganada.

de qualquer forma.. é sempre bom ver um pai tão ansioso pela filha.. tão esperançoso.. é mais comum nas mães. digo eu.

beijinho grande.

Vb disse...

Olá Cusco!

É pá isto tá muito giro!

Mas o que gostei mesmo, mesmo, foi do pãozinho...Ai que saudades!

Abraço!

Sophiamar disse...

Li...reli...reli...reli... tenho a fotografia dela na frente, as lágrimas teimam em sair. Tu escreves a quente, bem temperado, com o cheiro das flores serranas que nos são familiares. Eu voltarei. E espero que não retires estes textos, irmão.

Beijinhossssss

Isabel disse...

Retribuo o "Olá conterrâneo" e subscrevo o comentário anterior: também é a primeira vez que venho cá e infelizmente parece que cheguei tarde!

Saudações...

Común disse...

Hola!!!!!!!!

Después de tanto tiempo he vuelto a saludarte, ¿Cómo estas???

Un besote y abrazo de oso.

António disse...

Olá, amigo!
Mais um texto de elevadíssima qualidade.
Vais partir!
Eu pensei fazê-lo, mas resolvi ficar por cá, como já leste.
Vais ver que haverá momentos em que te vai apetecer deixar aqui alguma coisa escrita...e não terás o teu sítio.
A tua opção será mesmo a melhor?

Um abraço

Isabel disse...

Obrigada. Espero que tenhas gostado do que leste no meu blog. Eu vou debruçar-me sobre o teu. Só li os posts mais recentes e gostei muito da tua forma de escrever. Espero que apesar de ser o penúltimo post, não signifique o fim do que já foi escrito.
Talvez tenhas conhecido o meu avô, afinal aqui (S.Brás), todos de alguma forma, nos conhecemos!
Obrigada e tudo de bom para ti também.

Lyra disse...

Lindo este texto... e no entanto deixa na alma um sabor a melancolia.
Querido Cusco, espero sinceramente que mudes de ideias... e q continues a presentear-nos com tão belos textos.
Beijinho no coração

Baby disse...

Não é a primeira vez que cá venho e não quero que seja a penúltima. Quero poder vir sempre, saborear as tuas histórias mansas, por vezes enigmáticas, feitas de palavras tão ricas de conteúdo que depois de lidas se transformam em imagens que nos ficam a bailar nos olhos e nos aquietam o coração.
Linda, linda esta tua prenda para a tua filha que faz 13 anos! Com um pai como tu,tenho a certeza que foram 13 anos perfeitos e eu desejo que sejam cada vez mais promissores.
PARABÉNS, filha, PARABÉNS, pai!

Anónimo disse...

Olá! Vinha espreitar-te pois hoje já me fizeste chorar…E agora ao ler este texto ainda mais emocionada fiquei!
Recebo todos meses o notícias de S.Brás e neste número vem aquele teu texto sobre os antigos alunos da Dª Olávia..Escola do Corotelo…Eu conheço alguns..Eu lembro-me dos nomes pois também andei lá alguns anos antes (ainda nos cruzámos) e não há duvida nenhuma..na sala havia um poeta…
Obrigado pelas recordações

Montijo 16/11/2007

Sophiamar disse...

Eu sei que não voltas atrás Cusco mas não deixes que o teu dono abandone a blogosfera.Traz-me os aromas do rosmaninho, das estevas, das alfazemas,do trigo, do milho, das alfarrobas, do azeite do lagar dos Vilarinhos e não posso ficar sem eles... parece-me que o ouço ler, talvez um livro escolar, do sexto, sétimo anos,Língua Portuguesa, espigadote, voz forte, bem timbrada ainda menino... eu vou procurá-lo Cusco...ainda que o teu dono não o queira. Será que não quer mesmo?
A Cusquinha faz anos amanhã. É do mesmo signo dos meus pais. O teu dono é do mesmo signo que eu.
Faz-me chorar esse safado! Mas eu adoro-o. E a toda a família. Será que o maroto me conhece bem? Estou em crer que sim.

Toma lá beijinhos. Dá-lhos todos e diz-lhe que uma lágrima está a cair porque, só ele, fixa estas coisas: sete anos e nove meses.
Precisamente.

MRC disse...

E parabéns à filha pelo pai que tem.
Que pena se estes textos óptimos se acabarem...

Carminda Pinho disse...

Parabéns à filha com um um dia de antecipação? hummm!
Volto amanhã.
Beijinhos

Laura disse...

Olá..Obrigada pelos votos...e a lembrança de colocar o meu livro de poemas nos meus preferidos, mas não vou fazer siso, porque não é o meu preferido, tenho olhos para saber que há livros muito mais linddooooos e famosos que a amostra do meu... Beijinhos a ti...

Alexandre disse...

Parabéns aos dois - e espero que este não seja o penúltimo post nem perto disso...

Abraços!!!

Carminda Pinho disse...

Agora sim.
Muitos parabéns à tua menina.
Parabéns também aos pais.
Sejam felizes!

Beijinhos

Laura disse...

Parabéns a essa flor
Que tens no teu jardim
Há treze anos
Apenas...

Assim vais tendo a
Felicidade
De a mondar e torcer
Enquanto a idade o
Permite

E de bons conselhos
Vais sua cabeça encher
Para que possa prender
Da vida o seu
Saber...

Parabéns aos jardineiros
De tão belíssimo jardim
Onde abundam tantas flores
E andam pela vida
Assim...

Beijinhos ó Cusco para um dos amores da tua vida...

amigona avó e a neta princesa disse...

Parabéns pequenina! Parabéns aos pais! Que passem hoje um dia muito feliz...que tenham sempre uma vida feliz!

Beijo...não, hoje deixo MUITOS beijinhos!

Sophiamar disse...

Parabéns sobrinha!

Não sou tia de sangue mas sou-o, sim, de coração.Para ti, desejo o melhor do mundo. E o melhor do mundo é ter saúde, paz, amor, carinho, amizade e essa família maravilhosa que Deus te deu. Nós não a escolhemos mas a que te foi oferecida é linda, doce, solidária...e tu só podes mesmo ser uma menina maravilhosa. Espero que esse oitavo ano esteja a correr bem, que os teus professores , além daquilo que te ensinam,te transmitam a alegria de viver que eu gosto de transmitir a todos em cada dia que passa.
Amo a vida e quero/ desejo que a ames também.
Tem um dia muito feliz.

Mil beijinhos minha querida.

Papelucho disse...

desde los 32 años que no he vuelto a escribir un cuento

Jonice disse...

Parabéns à aniversariante e a seu pai!

Penúltimo texto, Cusco?

Agradeço-te a oportunidade de ler palavras tão harmoniosamente trabalhadas para criar os mais diversos tipos de emoção que tu criaste por aqui.

Apesar de saber que as coisas têm começo, meio e fim, sei também que seria muito bom continuar a ler teus posts. Mas enfim!

Beijinhos :)

Gata Verde disse...

Mas que pai fantástico!
A tua filha tem de ter muito orgulho em ti...
Adorei a historia do jornal.

Parabéns "filha",pelos teus 13aninhos e por teres um pai assim.

Beijinhos(espero que estejas a fazer bluff na última frase)

Bichodeconta disse...

PENSO QUE ABLOGOSFERA PODE FAZER UM ABAIXO ASSINADO, SERIA UMA INJUSTIÇA DEIXAR DE NOS DELOCIAR COM OS SEUS ESCRITOS MARAVILHOSOS..VOLTAREI, ATÉ LÁ, UM ABRAÇO, ELL

Sophiamar disse...

Venho deixar-te um beijo mano amigo. De amizade, de gratidão por tudo quanto este Cusco nos deu e ainda nos dará no último post. No entanto, há um campo verdejante à nossa espera que tem os cheiros da serra que nós amamos, há o murmurejar do ribeiro, a fonte do Gorjão e saindo para Este ou Oeste temos o mar que eu amo e que tu também amas.
Regressa em breve. Quero , preciso de falar contigo. Que fales comigo. Connosco! Tenho tempo! Vem depressa.
Adoro-te Cusco! Mano amigo!
Beijinhos

foryou disse...

Aniversário? Mesmo? Parabéns à filha então :)


Penúltimo? Porquê? :(

Laura disse...

Ehhh, o que é é o seguinte, ao menos promete-me uma coisa, mas tens de prometer primeiro e depois falo!

Mas tens de me prometer, ora responde ai que me vais prometer fazer o que te vou pedir!...ora promete lá então!...

Laura disse...

Então o prometido é devido...

Quero que continues a escrever até aos meus anos, e depois se vê a nova promessa...
ganhei a ti, passei-te a perna e vais escrever mais uns postezinhos lindos e depois então, fechas a porta..e cá estamos nós para ajudar a por o sapato a entravá-la...
Beijão grandeeee de mim...

Odele Souza disse...

Os teus textos foram dos mais belos que já li na net.Vou sentir saudades. Parabéns pelos treze anos de tua filha.
Um abraço ternurento.

Um Momento disse...

E aqui estou eu... a deixar mais um beijinho e a desejar tudo de muito bom todos os dias:)))

Beijo grande

(*)

São disse...

NÃO É JUSTO: ACABEI DE O DESCOBRIR...E VAI EMBORA?!
PORQUÊ?
SE SEMPRE FOR VERDADE A PARTIDA, DESEJO-LHE ENTÃO BOA VIAGEM!!

Anónimo disse...

PARABÉNS miúda, espero que faças muitos mais e que todos nós os vejamos.
PARABÉNS pai por tão bela lembrança...ela vai gostar de receber todos esses jornais!

Espero que esteja tudo bem com voçês. Porque desistes do blog?

Beijo especial na filha e bjos de nós todos p/todos vós,
IT

Galito disse...

Maia um jinho de PARABÉNS ao Cusco e sua "pintaínha"

Eva Luna disse...

muito bonito... o texto, mas ainda mais o sentimento!
Parabéns!!!

Sophiamar disse...

E a tristeza aprofunda cada vez que leio esta frase a vermelho que anuncia o fim do Cusco.O Malaquias não gostaria que ele assim terminasse. Nem eu! Mas como mana serrenha, não me resta senão a resignação e a esperança de que este teu gosto pela escrita renasça por aí em qualquer lugar. Algures, espero-te!

Esta mana do coração, deixa-te mil beijinhos

lena disse...

meu querido amigo

tive que entrar para te dar um abraço

fizeste com que as lágrimas rolassem no meu rosto

este teu texto tão real está extraordinariamente bem escrito, tem uma sensibilidade única

li e reli para o sentir na totalidade, para que cada frase tua ficasse gravada em mim, neste sentimento tão belo de se ser pai, com esta grandiosidade

parabéns à tua filhota, mesmo que sejam dados hoje, está todos os dias de parabéns e tu também querido Custo, pai deliciosamente encantador

vou ficar triste por partires, mas quem sou eu para te pedir que fiques? uma simples leitora tua, que te admira pela magnifica forma como escreves

isso basta? então fica por todos que te admiramos

só te posso dizer que a tua escrita vai fazer-me falta, pois mesmo que seja tarde venho ler-te

o meu abraço terno e carinhoso, estou sempre por aqui embora pareça ausente

um beijo

lena

amigona avó e a neta princesa disse...

Um abraço...

Kalinka disse...

OLÁ CUSCO

Volto a visitá-lo
tenho-o feito em silêncio
porque o negro me enche o peito,
Nos meus olhos as lágrimas apago...
Anseio por um pouco de respeito
Quem me conhece...
já me viu sorridente,
com uma ligeireza nas palavras
e no olhar
É isso: Asas abertas!
Voar, preciso de voar
para onde o carinho e a Paz
me acompanhem
Preciso de Amigos/as
que murmurem palavras misteriosas
Que perturbam meu ser como um afago!
É disso que preciso.

Quando a raiva e a dor me apertam no peito, por vezes, desabafo.
Sou Feliz por sentir que ALGUÉM se preocupa comigo.

Beijos.

Laura disse...

Ah os doces 13 anos, mas que linda a vida é nessas idades...Oxalá ela seja semore feliz muito feliz, eu com a idade dela também o era...
Beijinhos a ti moço cusco...

Carminda Pinho disse...

Olá Cusco!
Então para quando novo post?
Um bom fim de semana também para ti. :)
Beijinhos

Um Momento disse...

Andas a retirar os posts...

Deixo um beijo abraçado em carinho com o desejo de um bom fim de semana

(*)

Sophiamar disse...

Mano, Amigo!

Tens vindo a retirar os posts. Aos poucos. No entanto, espero, um dia, poder recebê-los através do meu email ou em livro publicado com o teu verdadeiro nome.
Escreves muito bem, sempre escreveste e eu teria o maior prazer em assistir ao lançamento de um livro de um conterrâneo meu que é, muito mais do que isso, és um amigo, um irmão adoptado pelo coração.

Beijinhosssssss

lena disse...

meu anigo

vim trazer-te um abraço e dizer que é com tristeza que vejo desaparecer lentamente os teus posts, pois a tu escrita é maravilhosa

sabe tão bem relê-la que a saudade já bate

beijinhos para ti

lena

Laura disse...

Olá meu amigo.
Já te vi lá na lulu.com e respondi-te e que feliz fiquei ao ler-te... O livro já está na publiccidade deles ao lado de outro português Zoio...mais 5 semanas e estará à venda pelo mundo nas livrarias, acho eu...
Beijinhos.
Não te descartes de vez...

Baby disse...

Meu amigo muito especial, há um presente para ti lá para as bandas do Barlavento, se puderes vai buscá-lo.
Um beijo.

Um Momento disse...

Aqui estou eu a desejar um bom inicio de semana e a deixar aqui , para ti , uma cestinha cheia de "mimos" de mim para ti com muito carinho e amizade

Beijo grande e sorridente ... em Ti
(*)

Laura disse...

Olá cusco, como vamos? a horta da sogra vai de vento em popa? e tens regado a pariga? olha que agora está muito frio e faz mal, mas que ideia a tua ehhhhhhh..
Fui à minha mãe, tinha centenas de abacates no chão, enormes lindos, mas não amadureceram e têm a parte que rodeia o caroço com demasiada fibra, duro , acho que nem se vão aproveitar, mas que pena...sabes algo sobre abacates? então explica porque isso aconteceu...
Beijinho a ti...

Gata Verde disse...

Tenho pena que acabes este blog tão cheio de sentimentos. Contigo passei bons momentos,mas fico triste com despedidas...vou dizer até já. Quem sabe a vida dá uma cambalhota e voltas?

Um Santo Natal

bettips disse...

Porque havia vedações nas portas (como antigamente nas coisas) dos sentimentos, só passo para dizer que bem pouco aqui te falei. Mas muito te estimei, no pouco que te disse. No muito que te li, delicadamente, como quem (re)conhece um parente vindo de longe. Uma tocante verdade, alguma tristeza que perpassa, na serra livre da tua alma.
Há sempre um espaço que nunca é preenchido porque as pessoas são "especiais", não se tornaram. São, simplesmente, como a tua filha é, a raiz do Futuro.
Um grande abraço

Carracinha linda! disse...

Depois de ler o post com o título "Despedida", venho aqui dizer que foi um prazer vir aqui ler textos tão bonitos e tão reais. Já tinha inclusivamente dito que através dos textos eu conseguia imaginar os cenários e os personagens descritos.

É com pena que vejo que te queres mesmo despedir de nós. Resta-me também desejar tudo de bom para o futuro, principalmente muita saúde e Amor. E um dia, se decidires a voltar para aqui, por favoe não te esqueças de avisar!

Beijinhos e até já.

Um Momento disse...

Aqui passo para te desejar ...um Santo Natal

Beijo ao teu Coração

(*)