6.5.07

Flores..Para ti Mãe!

TEXTO RETIRADO!

42 comentários:

Lusófona disse...

Fiquei emocionada....
Tenho um amor imenso por minha mãezinha querida e mais uma vez vou passar esse dia longe dela...

Lindo post!

Beijinhos

Teresa David disse...

Um texto que tanto toca qualquer mulher que seja mãe, e que goste de o ser como eu! Embora quem tenha filhos tenha cadilhos, têm-nos quem os não tiver! Logo prefiro estas amadas preocupações.
obrigada pela visita, pelas sempre simpáticas palavras, e desejo de bom Domingo, dia em que não sei se verei algum dos filhos, pois um está na Holanda e o outro não sei se me virá ver! Mas estão sempre presentes dentro de mim.
Bjs
TD

António disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
António disse...

Olá!
Um excelente texto que correlaciona de forma soberba o dia da Mãe com o dia do falecimento da tua.
Bonito e tocante!

Obrigado pela presença no "Concurso público".
Obviamente que isso nunca se poderia passar em Portugal.

Abraço especial neste dia em que tens 15 anos de orfandade

palavrassoltas disse...

Lindo!
Nem tenho palavras, para descrever tamanha ternura...
Se fosse viva a tua mãe, iria concerteza orgulhar-se de ti.
Escreves de uma maneira, que me arrepia.
beijos

S. disse...

Uma bonita homenagem para lembrar a eternidade que é a nossa Mãe em cada um de nós.

Paz disse...

Bellismo cuando se acerca la fecha de nuestras madres .

Un abrazo de gratitud .

Paz/

Entre linhas... disse...

Bonita homenagem que fizestes a quem já partiu,a raiz da essência da tua vida,a minha também já partiu fez um ano...

Bom fim de semana
Bjs Zita

Entre linhas... disse...

Bonita homenagem que fizestes a quem já partiu,a raiz da essência da tua vida,a minha também já partiu fez um ano...

Bom fim de semana
Bjs Zita

chipichipi disse...

Adorei! Arrepiei-me com tamanha adoração e amor! A escrita espelha isso muito bem!
Partiu à quinze anos e tu quinze anos tens. Começaste nessa data uma nova etapa, mas apesar da inexistência da sua presença fisica, a tua mãe está sempre presente em ti, nas tuas memórias, nos teus sonhos e sorrisos. Enfim está sempre contigo!
Amei cada palavra que escreveste! Amei de verdade!
Bjs

bom dia isabel disse...

Meu Querido Mano!

As tuas palavras deixam-me, mais uma vez,com a voz embargada, a dor no peito,os olhos marejados, sem palavras...
Tenho uma ternura muito especial por ti,como sabes, e hoje não posso falar-te tanto quanto costumo fazê-lo. Depois de um dia de trabalho, intenso, como sei que deduzes, chegar ao teu canto e ler o que aqui nos deixaste, deixa-me comovida. " Se chorares, então o texto tem alma, tem vida,tem verdade"- dizia-me, há dias, um amigo, nosso conterrâneo. Isto tudo têm os teus textos porque saem de alguém que só escreve palavras sentidas, vividas,saboreadas, doces, por vezes menos doces, mas nunca menos sentidas.
És extraordinário, Cusco!Orgulho-me de te ter como amigo, orgulho-me que sejas da terra que me viu nascer,orgulho-me por transmitires tanto de ti a quem te lê. Bem hajas!
Muitos beijos e abraços

Papoila disse...

Magnífico texto!
Muito bonita a tua homenagem a tua mãe que está em ti tal qual a sentes.
Emocionei-me.
Beijo

sonhadora disse...

Flores para as nossas mães.
Beijinhos embrulhados em abraços

Enfim... disse...

fez-me um bocado impressão kler este teu texto, não imagino sequer como deve ser a magoa de já n ter mãe...Mãe á só uma é a minha e mai nenhuma né??? e penso que ninguem a consegue substituir...

Beijinhos grands pa ti

Bom fim de semana

david santos disse...

Obrigado pelo tema que nos trazes hoje aqui, Cusco.
Parabéns e bom fim-de-semana

Odele Souza disse...

Tua mãe onde estiver será docemente tocada por tuas flores, por tuas palavras e principalmente, por teu sentimento. Te deixo um beijo.

Arauto da Ria disse...

Bonito texto, para todas as mães do mundo.
Imagino a tua dor e amor na elaboração destas lindas palavras.
Uma bela e sentida homenagem, gostei e sensibizou-me muito.
Dentro do possivel um bom fim de semana.
Um abraço.

Pascoalita disse...

Muito ternurento! Mto emocionante. Uma bbonita homenagem às mães de todos nós. Gostei muito de ler.

leituras disse...

Excelente texto.

Boa semana

Lyra disse...

Tão lindo. Escasseiam as palavras para definir o que este texto me fez sentir.
Há coisas indiscritíveis... creio que o laço entre mãe e filho (a) é uma delas.
Beijinhos

dulce disse...

Um texto lindo. Uma homenagem merecida.
Beijos para ti.

foryou disse...

Lindo. Muito bonito mesmo.

Ninguém parte se não deixarmos...

Um beijo para um filho

sonhadora disse...

Esta manhã foi-me dado um verso que plantei no teu jardim.
Beijinhos embrulhados em abraços

amigona avó e a neta princesa disse...

Muito, muito obrigada por partilhares um textotão bonito!

Nanny disse...

Que aperto me deste no coração... vou-me embora de olhos molhados...

Beijinhos sentidos

Cris disse...

aqui deixo uma lagrimita ao canto do olho e uma constatação, perdemos a nossa meninice, quando perdemos a nossa mãe....

um beijinho
C.

jomaolme disse...

Lindo...profundo...emocionante...arrepiante!FANTÀSTICO!

Rafeiro Perfumado disse...

Um abraço, Cusco, nem me atrevo a dizer outra coisa.

Laura disse...

É verdade ó Cusco, não sei se foste ler a poesia que fiz para esse dia, para os filhos que já não têm mãe..Mas, trago-a até ti e não tens de te deslocar lá..Beijinhos para ti e a tua mãezinha querida esteve presente a dar-te o teu beijinho desse dia tão especial..

Mãe, ó Mãe,
Mães, hoje é o vosso dia
Hoje é o dia de vos abraçar
E de colocar flores nas jarras
E nas campas das Mães que já não estão,
Mas que vêm de manhã cedinho
Trazer seu abraço e seu beijinho
Aos seus amores, mais queridos.

Muitas filhas nem os sentem
Nem julgam possível sentir
O beijinho que suas mães
Vêm de manhã, distribuir.
Elas estão ansiosas para vos abraçar
E muitas de vós nem a isso vão ligar
Porque julgam que nunca poderia acontecer,
Uma mãe voltar de outro mundo,
E em seus braços nos envolverem

Mas é verdade, é real, aquele abraço dado com tanto amor
Aquele beijinho tão doce, que até se sente o sabor
Dos beijos de lágrimas que lhes demos
Quando partiram para o outro lado.

Mãe deixa-me sentir o teu abraço demorado
Aquele querer de te ter sempre a meu lado
Mas não importa que não estejas aqui,
Porque amanhã estaremos lado a lado…
Beijinhos ó Cusco..

Anónimo disse...

Em poema, deixo o meu comentário.

Por um Ocaso

No silêncio
o som da palavra
conduziu-me enamorado
para essa linha ténue
e ternurenta
da vida
e nos teus olhos
descobri-me
e, por um acaso,
como milhafre
sedento
lancei-me
na busca de ti!

Até sempre
Paulo

Vida disse...

Nunca a esquecemos, ela fica para a eternidade no amor que temos por ela. Excelente texto, forma directa e pura de partilha.

Beijinhos.

caditonuno disse...

mae é sempre mae. e dizer bem dela do fundo do coraçao sabe sempre tao bem... reconforta a alma e dá-nos alento para continuar.
gostei!

bom dia isabel disse...

Meu querido mano!

Que se passa contigo? Não te tenho encontrado por aí nos comentários!
Querem lá ver que estás de férias?
Beijinhos

greentea disse...

também comprei flores para a minha mãe: estão em cima da minha secretária , para me lembrar dela todos os dias, enquanto trato da planta

um abraço

Comentário disse...

Surpresa!

Paula Raposo disse...

Maravilhoso este teu texto! Toca cá dentro, profundamente. Beijos.

Cris disse...

Um grande beijinho e votos de um excelente Wk

Cris

Entre linhas... disse...

Um beijinho para ti,as melhoras e um bom fim de semana dentro do possível.
Bjs Zita

irneh disse...

Emocionante o teu texto. Só quem perde alguém que ama sabe como é essa dor.

collybry disse...

Palavras com tão elevado sentimento, a esse lindo Ser...MÃE, que hoje tambem o é dia DEla...Goatei muito, meu beijito

Miguel Reis Cunha disse...

A falta que as mães nos fazem é impressionante. A dor e a saudade são sempre muito fortes.
Também eu perdi a minha mãe, há 2 anos atrás, de forma repentina e, por isso, ainda mais dolorosa.
Resta-nos a esperança e a fé de que, lá do céu, ou desse algures onde viajam, nos estão a ajudar (a nós e à nossa família). E que um dia nos encontraremos todos, e de novo, ficaremos juntos.

Odele Souza disse...

Olá Cusco,
Gostaria de te convidar para ler o texto que escrevi para minha mãe.
Está no meu blog Oficina de Palavras. (www.oficinadepalavras.blogspot.com). Um beijo.